Mitos sobre Baterias de Telemóveis, Laptops e Tablets


Ao longo dos anos, foram muitos os mitos criados sobre as baterias dos telemóveis, computadores portáteis e tablets. Para isso contribuíram a muita informação incorrecta disponível ou então a falta dela. Alguns dos mitos provêm de velhas tecnologias e são prejudiciais se aplicarmos os mesmos conceitos às novas baterias. A descarga completa de baterias de níquel é um desses exemplos, pois não pode ser aplicado a uma bateria de lítio.

Descarregar ligeiramente e evitar descargas completas

As antigas baterias de NiMH e NiCd (níquel-hidreto e níquel-cádmio) possuíam um efeito de memória e para melhor eficiência, tinham de ser completamente descarregadas a cada utilização. Com as lítio, actualmente utilizadas nos dispositivos modernos, isso já não acontece, sendo esse procedimento bastante prejudicial para o seu tempo de vida útil. Uma boa prática é efectuar descargas ligeiras – até cerca de 40 a 70% por exemplo – e voltar a carregar. Descer abaixo dos 20% de carga não é recomendado, excepto em raras excepções.

O problema que pode ocorrer com este procedimento, é o computador ficar um pouco “confuso” relativamente ao tempo de vida útil da bateria. Normalmente os fabricantes recomendam que os utilizadores façam uma descarga total uma vez por mês, de forma a calibrar o dispositivo.


Quente e frio danificam as baterias

Condições extremas de calor ou frio afectam todos os dispositivos, incluindo os smartphones que normalmente aquecem quando executam alguma tarefa ou app mais exigente. Nos portáteis o aquecimento dá-me mais rápido pois a bateria encontra-se perto de toda a electrónica que também aquece. Daí a ventilação ser tão importante para a redução do desgaste.

Se é das pessoas que deixa o computador sempre conectado e a bateria fica quente como consequência disso, remover a bateria poderá aumentar a sua vida útil. Numa situação normal isso não afectá o seu uso no dia-a-dia, mas claro que poderá ser um problema caso ocorra uma corte de electricidade. Também para quem joga regularmente este é um procedimento recomendado, pois são programas que exigem muito do computador e fazem com que todos os componentes aqueçam.

As condições climatéricas também contribuem para o desgaste das baterias. Se normalmente utilizar o dispositivo num local muito quente ou se o deixar, por exemplo, dentro do carro num dia de verão, isso irá aumentar o desgaste. Tente manter os seus dispositivos perto da temperatura ambiente e evite armazená-los em locais muito quentes.

Temperaturas muito frias também podem diminuir a vida útil das baterias. Contrariamente ao que alguns mitos dizem, não é recomendável colocar uma bateria no congelador ou expor qualquer dispositivo a temperaturas igualmente frias (se viajar até ao pólo Sul por exemplo 🙂 ). 

Não deixe a bateria a zero

bateria-fraca-laptop

Não é recomendável que deixe a bateria totalmente descarregada por muito tempo. Numa situação ideal, a bateria não deve descarregar até 0% com muita frequência, mas se for o caso, deverá recarregá-la o mais rápido possível. Claro que não é necessário ir a correr para uma tomada quando ficar sem bateria no telemóvel, mas não o guarde e deixe semanas sem carga. Ao fazê-lo, a bateria poderá não voltar a admitir carga e irá ficar inutilizável.

Guarde a bateria a 50% de carga

Por outro lado, se deixar a bateria carregada completamente por um longo período de tempo, também isso poderá resultar numa perda de capacidade e encurtar a sua vida útil. Idealmente, a bateria deverá ser guardada com cerca de 50% de carga se não a utilizar por algum tempo. A Apple recomenda mesmo que se não utilizar o dispositivo por mais de 6 meses, a bateria fique a rondar esse valor. Se no entanto a sua utilização for regular, não terá de se preocupar com esta situação.

Pode parecer um pouco estranho, mas de facto ambas as situações – carga ou descarga total – afectam e diminuem a vida útil das suas baterias. Guardar a bateria enquanto estiver completamente descarregada poderá resultar na sua “morte”, mas se a guardar com a carga total, pode resultar na perda de capacidade e diminuição do seu tempo de vida útil. Carga a 50% é o número perfeito. 


As baterias vão sempre desgastar-se

Como todos os outros tipos de baterias, as baterias de iões de lítio irão sempre desgastar-se ao longo do tempo e claro, admitindo menos carga. A Apple afirma que as suas baterias para portáteis atingem 80% da sua capacidade original após “até” 1000 ciclos de descarga completos. Outros fabricantes geralmente classificam as suas baterias como tendo capacidade para 300 a 500 ciclos.

As baterias ainda podem ser utilizadas após este ponto, mas irão reter menos electricidade e irão ter cada vez menos autonomia. Quanto mais as utilizar, mais capacidade elas vão perdendo. O envelhecimento acontece a todos nós, portanto porque não às baterias?

Faça o que fizer, as baterias dos seus dispositivos serão lentamente desgastadas ao longo do tempo, mas com os cuidados adequados, elas terão uma vida mais longa. Se tudo correr bem, quando precisar de comprar um computador/telemóvel novo, será esse o momento em que a bateria irá dar o último suspiro 🙂


Autor : Rui Pinto facebook twitter googleplus

Fundador do Informática Simples. É consultor informático de profissão, blogueiro e produtor de conteúdos nos tempos livres e um curioso sobre SEO e Marketing Digital.

Gostou deste artigo? Partilhe-o!

  • Tweet
  • Facebook
  • Diggit
  • Delicious
  • Diggit
  • Diggit
  • Diggit
  • Diggit

Deixe o seu comentário

Rss Feeds   Twitter Followers Email Updates

PROMOÇÕES EM DESTAQUE





 
Mais em Curiosidades
Que Aconteceu ao Kazaa e aos Outros P2P

Quem utiliza a internet há muitos anos - bem antes do Youtube e do Spotify - de certeza que ainda...

Fechar